Erro da Claro mancha imagem de Ronaldo

Erro da Claro mancha imagem de Ronaldo - Gabriel Rossi Consultoria

Centenas de ataques recebidos pela operadora nas redes sociais por uma falsa promoção pode prejudicar a marca do ex-jogador e agora empresário Ronaldo Nazário, patrocinado e com nome e rosto vinculado ao Twitter da empresa; é hora de repensar a parceria?

Uma promoção mal estruturada da Claro pode prejudicar a imagem do ex-jogador de futebol e agora empresário Ronaldo Nazário, que tem a operadora como uma de suas principais patrocinadoras. Fenômeno não apenas aparece na televisão usando celulares Claro, mas tem o primeiro Twitter totalmente patrocinado do País (@ClaroRonaldo), lançado em maio de 2010 vinculando totalmente sua imagem à da empresa, controlada pelo homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim.

Ao pensar na estratégia de investir em Ronaldo, a operadora foi esperta: entrou no mundo do marketing esportivo e atrelou sua marca a um jogador com história no esporte do País. Para Ronaldo, não há justificativa melhor do que os sete dígitos recebidos pela rede de telefonia para fazer o trabalho. Um casamemento perfeito. Atrelar uma imagem pessoal a uma empresa, porém, também pode trazer prejuízos, pois uma parte depende dos atos da outra para se manter com credibilidade.

É o caso da falsa promoção de Páscoa da operadora, divulgada entre os dias 4 e 9 de abril, que deixou vários modelos de smartphones a preços baixíssimos, como R$ 9. Os clientes adquiriram seus aparelhos e depois foram informados de que seus pedidos haviam sido cancelados, sem mais esclarecimentos. Houve então um bombardeio de reclamações nas redes sociais, principalmente no Twitter, aquele que leva o nome de Ronaldo. A companhia esclareceu que os baixos preços foram divulgados por um erro do site (leia mais aqui).

Segundo o especialista em marketing digital Gabriel Rossi, erros seguidos da operadora podem ser um bom momento para que Ronaldo repense o vínculo de sua imagem à empresa. “Isso marca cada vez mais a animosidade do internauta sobre o ex-jogador. Ele passa a relacionar com mais frequência a marca Claro a Ronaldo”. A assessoria de imprensa da 9ine, empresa de Ronaldo, declarou que não há desgaste por ter sido um problema técnico da empresa, que qualquer empresa pode passar, e não uma ação de má fé.

No caso específico da promoção, Rossi não acredita que deva haver algum estrago à imagem do empresário patrocinado, pois atribui o episódio ao que se chama, no mundo do marketing, de “inocuidade da marca”, ou seja, quando uma imagem é tão forte a ponto de se permitir cometer erros. O número gigantesco de admiradores que Ronaldo tem não prejudicaria, portanto, sua marca.

 

Fonte: Brasil 247 – 12/04/2012

Postado em Na mídia, news | Tags: , ,

Comentários Facebook: